O que cria uma cultura de inovação?

Os colaboradores da Sandvik adoram um bom desafio. Em foco: quando deixam uma máquina gigante da Sandvik passear em um labirinto de vidro no modo de autocondução.

“Trabalhar com a mais nova tecnologia para resolver desafios que ninguém nunca conseguiu resolver realmente é o que nos mantêm interessados e motivados a trabalhar na Sandvik,” revela Jarkko Ruokojärvi, gerente Global de Desenvolvimento de Negócios, Automação na Sandvik.

Pensando fora da mina

Embora um labirinto de vidro possa não ser um desafio comum, pensar fora da mina fez com que a Sandvik permanecesse na vanguarda das tecnologias como a automação. Na verdade, anos antes da indústria automotiva começar a falar de veículos conceito, as carregadeiras e os caminhões com autodireção da Sandvik já eram conhecidos por seu excelente trabalho..

“Nos anos 1990s, começamos a identificar e separar as melhores inovações,” Ruokojärvi conta. “Analisamos os desafios que nossos clientes enfrentavam e combinamos as tecnologias para criar um sistema útil e que funcionasse.”

A colaboração é a chave

“O legal é que nossos clientes nos desafiam a avançar as fronteiras,” diz Ruokojärvi. “É por isso nossa equipe de automação, como qualquer equipe na Sandvik, colabora estreitamente com o cliente.”

Essa colaboração torna a Sandvik capaz de compreender as diferenças e as diferentes necessidades de seus clientes, permitindo que transforme rapidamente inovações e ideias em realidade.

“Quando você entrega um produto finalizado ao cliente e eles vêem que realmente ouvimos o que disseram, é fenomenal,” conta Ruokojärvi.

Glass labyrinth

A combinação perfeita

O grupo Sandvik investe muito em inovação, com aproximadamente 2.600 colaboradores trabalhando como pesquisadores e cerca de 50 centros de P&D espalhados pelo mundo. De engenheiros a codificadores, é uma mistura de competências que trabalha em conjunto.

“Nossa presença global mostra que recrutamos e oferecemos trabalhos em todo o mundo,” conta Lovisa Bergendal Lindstedt, responsável por Desenvolvimento de Talentos e Liderança na Sandvik. “Isso significa que temos uma ótima combinação de colaboradores com anos de experiência e conhecimento sobre a Sandvik, mas também novos talentos que trazem novas ideias e pensamentos.”

A cultura inclusiva da Sandvik e o direcionamento para inovação não ajuda apenas o negócio, mas também ajuda a impulsionar e desenvolver seus colaboradores.

“Além de lutar juntos para conquistar as metas, também temos uma cultura que permite que todos expressem suas ideias,” Bergendal Lindstedt diz. ‘É uma cultura que permite o crescimento do empreendedorismo e de inovações e onde as pessoas cuidam do bem-estar umas das outras.”

De minas a equipamentos médicos

Com segmentos de negócios que incluem desde a mineração até os metais em si, tecnologias de materiais e energia renovável, a Sandvik está em todos os lugares.

Na verdade, todos os dias, todos nós nos deparamos com algo que pode ser "rastreado até a Sandvik” constata Mats W Lundberg, especialista em Sustentabilidade na Sandvik.

“Tenho orgulho que a nossa tecnologia contribua e faça a diferença para alguns dos desafios mais difíceis do mundo, como a mudança climática e maneiras de usar os recursos de forma mais eficiente," diz Lundberg. “Nossa pesquisa realmente se transformou em algo tangível — um produto. Não é apenas mais um relatório científico.”

Um trabalho que sempre se desenvolve

De volta ao labirinto de vidro, Ruokojärvi nos conta que está na Sandvik há mais de 10 anos. Ele começou como um designer de Sistemas no departamento de P&D para automação que cresceu rapidamente desde quando ele chegou.

“É estimulante poder trabalhar com pessoas de diferentes culturas e combinar novas tecnologias para solver os problemas,” conta. “É a oportunidade de realmente fazer algo desafiador e estar na liderança industrial.”