Usinagem de peças pequenas salvou a Knust-Godwin

Knust-Godwin LLC escolheu porta-ferramentas e ferramentas de corte da Sandvik Coromant ao expandir sua base de clientes. Foto: Craig Washburn

Uma longa desaceleração na indústria do petróleo levou o fornecedor de petróleo e gás do Texas, Knust-Godwin LLC, a tentar outra direção. Ao enfrentar novos desafios e oportunidades após uma transição para a usinagem de pequenas peças, a Sandvik Coromant estava lá para ajudar.

A Knust-Godwin, uma divisão da Schoeller Bleckmann Oilfield Equipment AG, é uma empresa de usinagem de precisão localizada em Katy, Texas, especializada em peças grandes e complexas para instrumentação de campos petrolíferos. Mas com a recente desaceleração na indústria de petróleo, a administração da Knust-Godwin concordou que a empresa deveria trabalhar para diversificar a sua base de clientes.

Utilizado para máquinas de alto nível

Muitas das máquinas-ferramenta em suas instalações de 22.000 metros quadrados são maiores do que um trator-reboque e são capazes de fazer furos de até 9,5 metros de profundidade, girar eixos de quase 6,4 metros de comprimento e moinho de 11 metros de diâmetro. No entanto, quando surgiu a oportunidade de usinar partes do relógio de pulso – algumas com diâmetros menores do que 10 mm – a administração da Knust-Godwin disse: "Por que não?".

O fabricante dos relógios VERO estava lutando com problemas de ajuste e acabamento em seus protótipos de uma oficina local. Estava procurando uma alternativa e entrou em contato com a Knust-Godwin, que logo percebeu que o aço inoxidável, utilizado na confecção do corpo do relógio, estava destruindo as ferramentas com rapidez suficiente para que a aceitação de futuras encomendas fosse questionada.

"Eu não me importo com os desafios", diz o programador Chris Hurst. "Estamos acostumados com a usinagem de alto nível. Mas a vida útil das nossas ferramentas na execução dos protótipos estava muito baixa, a maioria das ferramentas não conseguia completar uma única peça sem precisar de substituição. Nós tínhamos que fazer algo diferente.

Aumento de produtividade de 8.000 por cento, por ferramenta.

A VERO Relógios aprovou entusiasticamente os protótipos, e a Knust-Godwin logo recebeu um pedido de 105 conjuntos completos de relógios. Eles chamaram Grant Gregory, Engenheiro de Produtividade dessa conta, da Sandvik Coromant, que recomendou várias mudanças. Os portas-ferramenta foram substituídos pelos mandris hidráulicos CoroChuck® 930 de alta precisão da Sandvik Coromant. Ao invés de uma fresa de metal duro, o desbaste foi feito com um CoroMill® 390-07 da Sandvik Coromant.

"Foi uma melhoria inacreditável", diz Hurst. "Alimentações e velocidades, a profundidade de corte - tudo era o mesmo, exceto a utilização de uma fresa de topo Plura que estava realmente fazendo 90 por cento do trabalho de acabamento no exterior da peça. Atingimos um aumento de 8.000 por cento de produtividade por ferramenta.”

"Há muito suspeitávamos que um ferramental melhor faria a diferença, mas nunca tivemos esse tipo de comparação peça-à-peça."

Leia a versão completa deste artigo no website Advanced Manufacturing

Leia mais sobre usinagem de peças pequenas no website da Sandvik Coromant