Manufatura que respeita o clima

O aquecimento global é um dos maiores desafios da atualidade e a maioria dos cientistas concorda que o comportamento humano é a principal força motriz por trás da mudança.

A fim de cumprir as metas climáticas, o mundo deve reduzir substancialmente as emissões de carbono. Como as empresas que fazem uso intensivo de energia, como a Sandvik, podem contribuir?

A tecnologia moderna nos ajuda a construir mais fábricas e escritórios ambientalmente corretos, e a reduzir as nossas próprias emissões. Ela também ajuda os clientes a se tornarem mais eficientes em termos de energia.

“Ao oferecer produtos com alta eficiência energética, podemos ajudar nossos clientes a reduzir seus respectivos impactos sobre o meio ambiente”, afirma a Head de Negócios Sustentáveis, Christina Bagé-Friborg.

Stig Jansson, Gestor Técnico do novo Centro de Produtividade, climaticamente correto, da Sandvik Coromant em Sandviken, concorda. Ele mostra uma das novas máquinas do centro, muito menor do que as demais.

“Ela exemplifica nosso desenvolvimento de métodos de usinagem que requerem menos energia”, diz Jansson. “Com ferramentas e métodos corretos, ajudamos nossos clientes a produzir suas peças em máquinas menores, com significativa redução de impacto e alcançando o mesmo resultado que teriam com uma máquina grande.”

Um segmento no qual a Sandvik Machining Solutions está na vanguarda há muitos anos é a reciclagem de ferramentas de metal duro. Em 2014, a Sandvik Coromant reciclou 98% do peso vendido e passou de 100% no quarto trimestre, uma vez que aceita material de qualquer marca em seus recipientes para reciclagem. “Considerando que gasta-se 70% menos energia ao produzir uma ferramenta de metal duro reciclado em relação a uma com matéria prima nova, isso torna-se uma coisa óbvia a se fazer”, diz.

"AlttextBildtext=During 2014, Sandvik recycled 98 percent of its solid carbide tools, and actually exceeded 100 percent during Q4 thanks to the fact that they accept all brands in their recycling bins.

A Sandvik Materials Technology (SMT) também se concentra em produtos e serviços energeticamente eficientes, como cassetes de aquecimento para painéis solares e placas de aço inoxidá- vel resistente à corrosão para células a combustível. Além disso, a SMT tem vários cases internos. Um exemplo é a colaboração com uma empresa de energia de Västerås, Suécia. Por meio de uma nova técnica, essa empresa ajuda a unidade da Sandvik em Hallstahammar a reciclar energia, o que leva a uma economia anual de dióxido de carbono de cerca de 1.400 toneladas.

“Os melhores quilowatts-hora são aqueles que não estão sendo usados”, diz Nicklas Nilsson, Head da Área de Produto de tecnologia de arames, fitas e aquecimento da SMT.

“Caminhar ou andar de bicicleta em vez de dirigir um carro, apagar a luz quando você não está no quarto e outras pequenas coisas que podemos facilmente fazer – tudo começa com cada um de nós.”

As mineradoras fazem uso extremamente intensivo de energia e respondem por cerca de 5% do consumo mundial de energia elétrica. Para ajudá-las a reduzir suas emissões, a Sandvik Mining projetou caminhões leves e carregadeiras com propulsão inteligente, alimentadas por motores Tier IV que transferem toda a força para o movimento do veículo. Isso significa menor impacto no ambiente e, ao mesmo tempo, menor custo por tonelada para os clientes. A australiana Mincor adquiriu quatro novos caminhões Sandvik TH551, equipados com um sistema de pesagem a bordo. O investimento permite à mineradora reduzir o número de caminhões de oito para seis ou quatro.

“Há um claro benefício de produtividade, além de melhoria de custos ao usar menos unidades para o mesmo trabalho”, explica Brett Fowler, Gerente Geral de Operações da Mincor Kambalda. A meta da Sandvik é ser uma das empresas mais sustentáveis da nossa indústria. Para ter sucesso, cada passo, por menor que seja, conta. Todos nós temos que contribuir. É simples assim.